Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Obama não pára férias por causa da crise de dívida

O presidente norte-americano, Barack Obama, não pretende renunciar às suas férias de verão por causa da crise da dívida e do tormento nos mercados financeiros, anunciou esta quarta-feira a Casa Branca.
10 de Agosto de 2011 às 21:22
Barack Obama deverá partir na próxima semana de férias com a família, como todos os anos, para Martha's Vineyard, uma ilha ao largo de Massachusetts
Barack Obama deverá partir na próxima semana de férias com a família, como todos os anos, para Martha's Vineyard, uma ilha ao largo de Massachusetts FOTO: EPA

Barack Obama deverá partir na próxima semana de férias com a família, como todos os anos, para Martha's Vineyard, uma ilha ao largo de Massachusetts (nordeste dos Estados Unidos).  

Numa altura de tempestade nas bolsas e de receios de uma nova recessão, alguns comentadores defenderam que o presidente deveria ficar em Washington e convocar o Congresso - agora em férias parlamentares - para discutir os instrumentos de criação de emprego e de relançamento do crescimento. 

"Não acredito que os norte-americanos tenham reservas sobre o facto de o presidente passar um pouco do seu tempo com a sua família", afirmou o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, sublinhando que Obama trabalha sem descanso sobre os assuntos económicos.  

"A noção de férias presidenciais não existe: o presidente acompanha-vos para onde quer que vá. Estará em constante comunicação e fará 'briefings' regulares com a sua equipa de segurança nacional e com a sua equipa económica", acrescentou ainda Carney.  

O porta-voz de Obama adiantou que o presidente está preparado para regressar a Washington, "se for necessário", até por que Martha's Vineyard "não é assim tão longe" de Washington (cerca de 800 quilómetros).  

barack obama eua férias casa branca dívida pública
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)