Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Ofensiva filipina mata líder do Abu Sayyaf

As autoridades filipinas confirmaram esta quarta-feira a morte de Abu Solaiman, um dos líderes do Abu Sayyaf, um grupo radical islamista relacionado com a rede terrorista Al-Qaeda que pretende a criação de um Estado islâmico independente no sul das Filipinas.
17 de Janeiro de 2007 às 09:48
Abu Solaiman, cujo nome verdadeiro é Jainal Antal Sali, é acusado da responsabilidade do assassínio de dois turistas norte-americanos, resultante do sequestro de 20 pessoas num centro turístico na ilha filipina de Palawan, em 2001, bem como de outras acções terroristas.
De acordo com o porta-voz do Comando de Mindanao Ocidental, comandante Eugene Batara, o corpo de Solaiman foi encontrado durante operações realizadas pelo Exército contra um acampamento do grupo radical nas montanhas da ilha de Jolo, mil quilómetros a sul de Manila, onde foi ainda recuperado o cadáver de outro extremista. No acampamento, foram encontrados 17 esconderijos onde foram descobertos materiais para o fabrico de engenhos explosivos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)