Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

OMS pede a países ricos para não vacinarem jovens e doarem vacinas ao Covax

Objetivo é imunizar os grupos de risco em países menos desenvolvidos.
Lusa 14 de Maio de 2021 às 16:05
Tedros Ghebreyesus, da OMS
Tedros Ghebreyesus, da OMS FOTO: Direitos Reservados
A Organização Mundial da Saúde (OMS) apelou hoje aos países que estão a vacinar jovens contra a covid-19 para cederem estas vacinas ao mecanismo Covax, permitindo imunizar os grupos de risco em países menos desenvolvidos.

"Em alguns países ricos, que compraram a maioria das vacinas disponíveis, os grupos de menor risco estão a ser vacinados. Eu entendo que esses países querem vacinar as suas crianças e os seus adolescentes, porém, encorajo estes países a reconsiderarem esta decisão e a doarem as suas vacinas ao Covax", afirmou o diretor-geral da OMS, sem referir qualquer país em específico.

Esta semana, a Food and Drug Administration (FDA), que regula o setor farmacêutico nos Estados Unidos, anunciou que as crianças entre os 12 e os 15 anos já podem receber a vacina contra o SARS-CoV-2 da Pfizer, o que vai permitir a vacinação de milhares de estudantes antes do início do próximo ano letivo.

OMS Covax Organização Mundial da Saúde saúde medicina preventiva
Ver comentários