Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Onda de vandalismo repete-se em França

Apesar de todos os esforços das autoridades, a onda de vandalismo voltou a repetir-se na última noite, pela 12.ª vez consecutiva, nos arredores de Paris, com mais veículos e infra-estruturas incendiados, mais jovens detidos e mais pessoas feridas em consequência dos distúrbios registados.
8 de Novembro de 2005 às 09:13
Onda de vandalismo repete-se em França
Onda de vandalismo repete-se em França FOTO: d.r.
De acordo com o balanço divulgado pelas autoridades, esta última noite foram incendiados 1.173 veículos, entre os quais vários autocarros, e efectuadas 330 detenções, sendo que os distúrbios causaram pelo menos 12 feridos entre as forças policiais.
Do total das viaturas incendiadas, 933 verificaram-se na província e 240 na região de Paris, números inferiores aos registados na noite de domingo para segunda-feira, considerada a mais violenta desde o início dos distúrbios, em que foram contabilizados 982 veículos incendiados na província e 426 na capital.
Durante a última noite, foram ainda incendiados um ginásio (Seine-Saint-Dennis), várias creches (Bordéus, Havre e Brest) e uma agência de emprego (Bordéus) e lançado um ‘cocktail molotov’ contra a fachada de um hospital (Vitry-sur-Seine, na zona leste de Paris), além de agredidos dois jornalistas italianos.
Para tentar travar esta onda de violência, espera-se que esta terça-feira o governo francês anuncie a aprovação, num Conselho de Ministros extraordinário, de uma medida que permitirá aos autarcas decretar o recolher obrigatório onde tal venha a ser considerado necessário.
Ver comentários