Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Onde estará Maddie: Vidente aponta para nove quilómetros a nordeste do local do desaparecimento

Michael Schneider deu informações à polícia que prepara agora investigação.
Correio da Manhã 10 de Junho de 2021 às 11:51
Onde estará Maddie: Vidente aponta para nove quilómetros a nordeste do local do desaparecimento
Onde estará Maddie: Vidente aponta para nove quilómetros a nordeste do local do desaparecimento FOTO: Direitos Reservados

O Correio da Manhã mostra-lhe num mapa, com base nos dados fornecidos por Schneider, o raio aproximado de onde poderá estar a menina desaparecida há 14 anos na Praia da Luz.



A investigação da polícia com base nesta pista é feita com base em provas dadas por Michael Schneider em outros casos. Segundo disse Hans Christian Wolters, procurador alemão, ao jornal britânico Sunday People, a polícia alemã já usou clarividentes em alguns casos quando estes dão informações específicas.

Schneider, de 50 anos, já foi repórter e afirma que não dá este tipo de informações à polícia de ânimo leve: "Não dou essas informações levianamente e sem me questionar constantemente porque estou muito ciente da responsabilidade que tenho". 

Em maio, o clarividente ajudou a resolver o caso de uma mulher que desapareceu na Alemanha. Foi encontrada pendurada numa árvore 36 horas depois de Schneider ter dado à polícia a localização exata.

Schneider também localizou com sucesso os corpos do casal assassinado Peter Neumair, 63 anos, e Laura Perselli, 68 anos, que desapareceram de casa em Bolzano, Itália, em janeiro. 

O homem contactou a polícia alemã há mais de três semanas. 

Madeleine McCann desapareceu de um apartamento no resort Ocean Club, na Praia da Luz, em 2007, quando tinha apenas três anos. Os pais mantêm a esperança de reencontrar a menina viva.

Caso Maddie resolvido em apenas alguns meses após investigação a novas "pistas muito interessantes"
Os investigadores alemães estão convencidos de que poderão resolver o caso Maddie, desaparecida há 14 anos na Praia da Luz, Algarve, em apenas "alguns meses".

O procurador alemão Hans Christian Wolters, que lidera a investigação, alega que a sua equipa está "agradada" com os progressos que tem tido ao longo do último ano e acrescenta terem recebido "pistas muito interessantes" que poderão ser a chave para desvendar o mistério.
Ver comentários