Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

ONU envia representante para o Burkina Faso

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, enviou um representante especial para o Burkina Faso.
30 de Outubro de 2014 às 19:50
Em Burkina Faso foi decretado o estado de emergência
Em Burkina Faso foi decretado o estado de emergência FOTO: Daniel Irungu/EPA

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-Moon, enviou esta quinta-feira um representante especial para o Burkina Faso, onde foi decretado o estado de emergência, anunciou um porta-voz.

O enviado especial, Mohamed Ibn Chambas, diplomata e político ganês, estará em Ouagadougou na sexta-feira para participar na missão de paz da União Africana e da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO).

O Presidente do Burkina Faso, Blaise Compaoré, decretou esta quinta-feira o estado de emergência no país e dissolveu o governo, em reação a protestos em massa sem precedentes contra uma revisão constitucional desenhada para prolongar o mandato presidencial.


Compaoré, que tomou a decisão, anunciada pelos media locais, depois de uma reunião do conselho de ministros do Burkina Faso, disse que está disposto a negociar com a oposição e que o general do exército Gilbert Diendere foi encarregado de restabelecer a ordem.

A polícia teve de usar gás lacrimogéneo para impedir manifestantes de entrarem na Assembleia Nacional antes da votação da alteração constitucional, mas ainda assim cerca de 1.500 pessoas conseguiram romper a barreira policial e entrar no edifício.

ONU Burkina Faso Ban Ki-Moon
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)