Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

ONU: Prioridade é realojar vítimas do vulcão do Fogo

Criar fontes de rendimento é também foco para entidades que estão apoiar famílias afetadas.
6 de Dezembro de 2014 às 12:53
Problema agrava-se porque a famílias necessitam do rendimento que a agricultura e pecuária lhes proporcionam
Problema agrava-se porque a famílias necessitam do rendimento que a agricultura e pecuária lhes proporcionam FOTO: João Relvas/Lusa

O realojamento e a criação de fontes de rendimento são as principais prioridades de todas as entidades que estão apoiar as famílias desalojadas após o vulcão que assola a ilha cabo-verdiana do Fogo há 14 dias.


A afirmação foi feita este sábado à agência Lusa em São Filipe, "capital" do Fogo, por Teresa Encarnação, oficial para os assuntos humanitários da Equipa das Nações Unidas para Avaliação e Coordenação de Resposta a Desastres (UNDAC, na sigla inglesa) e chefe adjunta da missão de 10 elementos que a agência da ONU enviou para Cabo Verde para apoiar as operações de assistência aos desalojados de Chã das Caldeiras.


O problema agrava-se porque a quase totalidade das famílias retiradas de Portela e Bangaeira - as principais localidades de Chã das Caldeiras, planalto que serve de base aos vários cones vulcânicos na ilha do Fogo - necessitam do rendimento que a agricultura e pecuária lhes proporcionam.




ONU vítimas vulcão ilha do fogo cabo-verde
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)