Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Operação policial detém rede mafiosa

As autoridades italianas detiveram esta segunda-feira vários membros de uma rede de dirigentes regionais e médicos, alegadamente vinculada à máfia calabresa (Ndrangheta), sob a acusação de actividades ilegais na área da Saúde pública.
28 de Janeiro de 2008 às 15:56
De acordo com fontes policiais, foram emitidas 18 detenções, contudo, algumas destas pessoas já estavam presas por associação criminosa de origem mafiosa e fraudulenta.
Foram detidos vários responsáveis pela saúde pública, entre os quais, o director administrativo do hospital da localidade de Melito Porto Salvo, Leonardo Gangemi, e o director do departamento de urgências deste mesmo hospital, Salvatore Asaro.
Segundo os investigadores, esta rede visava colocar pessoas nos postos de gestão da saúde, assim como o favorecimento de actividades e interesses privados.
Ver comentários