Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Oposição tenta forçar segundo referendo do Brexit

Trabalhistas querem juntar união aduaneira e nova consulta ao acordo negociado por Boris Johnson.
Ricardo Ramos 21 de Outubro de 2019 às 08:44
Apesar da derrota, Boris Johnson ainda espera sair da UE no final do mês
brexit boris johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Apesar da derrota, Boris Johnson ainda espera sair da UE no final do mês
brexit boris johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
Apesar da derrota, Boris Johnson ainda espera sair da UE no final do mês
brexit boris johnson
Boris Johnson
Boris Johnson
A oposição trabalhista britânica admitiu este domingo votar a favor do acordo do Brexit negociado por Boris Johnson se o mesmo for de seguida submetido a um referendo em que uma das opções será permanecer na União Europeia.

Falando aos jornalistas um dia depois de o Parlamento obrigar o primeiro-ministro a pedir um novo adiamento do Brexit a Bruxelas, Keir Starmer, ‘ministro-sombra’ trabalhista para o Brexit, garantiu que a oposição vai tentar forçar a introdução de duas emendas no acordo, uma delas com vista a manter a totalidade do Reino Unido na união aduaneira, e a outra para submeter o acordo, depois de aprovado pelo Parlamento, a um referendo em que os eleitores terão a opção de escolher entre sair da UE com o acordo negociado por Johnson ou anular o Brexit e permanecer na União Europeia.

Johnson vai esta segunda-feira submeter novamente o acordo à aprovação do Parlamento e continua a insistir que o Reino Unido sairá da UE a 31 de outubro mesmo depois de ter sido obrigado no sábado a pedir um novo adiamento a Bruxelas.

Além da carta que foi obrigado a escrever - uma fotocópia não assinada da ‘Lei Benn’ solicitando o adiamento - Johnson enviou ainda uma outra missiva explicando que não deseja realmente uma nova extensão do Brexit e que é possível aprovar o acordo até ao final do mês. *Com agências
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)