Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

“Ouvíamos tiros e explosões em todo o lado” (COM VÍDEO)

As horas de tensão e angústia terminaram, esta quarta-feira, para os 47 portugueses que conseguiram fugir do Egipto. O Hércules C-130 da Força Aérea aterrou no aeroporto militar de Figo Maduro, em Lisboa, pelas 06h00.
2 de Fevereiro de 2011 às 08:12
Portugueses aterraram esta quarta-feira em Lisboa
Portugueses aterraram esta quarta-feira em Lisboa FOTO: Vítor Mota

Visivelmente cansados, depois de uma espera de 24 horas para embarcar no Cairo, os passageiros não escondiam o alívio de regressar a Portugal. "Tinha de regressar. Deixei o meu marido no Egipto, mas a nossa filha está mais segura aqui. A menina já não ia à escola há vários dias e a situação estava a ficar perigosa", lamentou ao CM Gabriela Almeida, uma das portuguesas que chegou hoje a Lisboa. "Ouvíamos tiros, explosões em todo o lado e as pessoas andam armadas com catanas nas ruas. Tenho pena de regressar, porque fui para o Egipto há poucos meses para que a minha filha Adriana pudesse crescer ao lado do pai, mas fui obrigada a fugir", confessou.
 
Os portugueses passaram o dia de ontem no aeroporto da capital egípcia à espera de poder embarcar. O passageiro mais novo era uma menina de apenas seis meses que viajou com a mãe. "Fui uma viagem cansativa, mas estou muito feliz por cá estar. Voltei por causa da bebé e agora só regresso quando houver garantias que não há perigo", disse Raquel Cartaxana, com a pequena Matilde ao colo. Foram vários os portugueses que, apesar dos conflitos, que segundo a ONU já provocou 300 mortes, manifestaram vontade de voltar. 


De acordo com fonte da Força Aérea, outro avião C-130 já está em Creta à espera de autorização para aterrar no Cairo para resgatar os restantes portugueses que manifestaram vontade de fugir do Egipto. Desconhece-se ainda o número de portugueses que virão nesse avião da Força Aérea.

Egipto Conflito Portugueses Avião Força Aérea
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)