Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Padre relata experiências sexuais

O padre argentino José Guillermo Mariani, que se assume contra o celibato, publicou um livro em que relata as suas experiências sexuais.
3 de Maio de 2005 às 00:00
De acordo com o jornal espanhol ‘El Mundo’, aquele controverso sacerdote sul-americano, de 77 anos, decidiu escrever e fazer publicar em livro aquilo que poucos padres ousariam: as suas próprias incursões na área do sexo. Entre elas, descreve uma frustrada experiência homossexual com um engenheiro florestal, um ‘escaldante’ romance com uma jovem catalã quando regressava de Espanha num transatlântico e, ainda, um conturbado ‘affaire’ com uma jovem voluntária da Acção Católica, ‘desterrada’ pela família para a capital argentina, Buenos Aires, para evitar o escândalo.
O sacerdote, pároco de Villa Belgrano, na cidade argentina de Córdoba, não tinha grandes ilusões quanto ao sucesso editorial da obra, pensando vender apenas alguns exemplares aos fiéis que o ouvem, aos domingos, desde o púlpito, atacar o celibato dos padres, que considera a maior hipocrisia da Igreja Católica. No entanto, o livro, intitulado ‘Sin Tapujos’ (Sem Encobrimentos), está a ultrapassar as expectativas mais optimistas, tendo esgotado já a primeira edição na Argentina. Quanto à segunda, leva já mais de 26 mil exemplares vendidos, o que fez do padre Mariani um caso de invulgar popularidade.
“Muito poucas pessoas acreditam que nós, os padres, sejamos castos e, nisso, acertam” – escreveu o polémico sacerdote jesuíta, que foi já contratado por um canal de TV para conduzir debates sobre temas ‘quentes’, como o aborto ou a gravidez na infância.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)