Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Pai partilha fotografias de filho adolescente a lutar pela vida após esfaqueamento

Objetivo é alertar outros adolescentes para os perigos da posse de armas brancas.
26 de Maio de 2018 às 19:39
Ross Hedley
Ross Hedley FOTO: Facebook
Ross Hedley, de 17 anos, foi esfaqueado esta sexta-feira de manhã e encontra-se em estado grave nos cuidados intensivos de um hospital de Redhill, em Inglaterra. 

Os pais, devastados com o estado do filho, decidiram partilhar as imagens do adolescente no centro hospitalar a lutar pela vida de forma a alertar outros adolescentes para a posse indevida de armas brancas. 

Colin Hedley, pai de Ross, admitiu ao jornal britânico Mirror que inicialmente temeu que quando visse o seu filho, este estivesse na morgue. 

Além de divulgar as imagens perturbadoras, o pai do adolescente deixou o alerta: "Acordem". 

"Para todos vocês, adolescentes, que acham que carregar facas faz de vocês duros e pensam que são bandidos: vocês realmente querem ir ao funeral dos vossos amigo?", escreveu Colin. 



Ainda em desabafo, o homem explicou como se está a sentir ao ver o sofrimento do filho.

"Sentei-me numa sala de espera pelas quatro horas mais longas da minha vida com a mãe dele. Nunca tive tanto medo de nada na minha vida", revelou. 

Para já, o jovem encontra-se estável mas a lutar pela vida. 

Um homem de 24 anos já foi acusado de ferir intencionalmente o adolescente e possuir uma arma branca. 

O alegado agressor foi identificado como Joseph Lubasi e compareceu este sábado no tribunal de Nottingham. Foi-lhe sentenciada prisão preventiva e deve voltar a ir a tribunal no dia 25 de junho. 


Ross Hedley Inglaterra Redhill Colin Hedley Nottingham Joseph Lubasi saúde questões sociais esfaqueamento
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)