Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Países europeus sem gás fecham escolas e fábricas

A crise do gás, que envolve a Rússia e a Ucrânia, obrigou vários países europeus a ordenarem o encerramento de fábricas e escolas. Uma reunião entre delegações de Moscovo e Kiev terminou ontem sem resultados e a União Europeia avançou com a proposta de envio de observadores.
9 de Janeiro de 2009 às 00:30
A lenha tem sido para muitos a única forma de manter as casas quentes
A lenha tem sido para muitos a única forma de manter as casas quentes FOTO: Karoly Arvaio/Reuters

Países como a Hungria, Bulgária, Eslováquia, Bósnia, Sérvia e Turquia viram-se obrigados a tomar medidas de emergência, tendo Belgrado apelado a Moscovo para que lhe envie gás através da Bielorrússia.

Recorde-se que a Rússia cortou o fornecimento de gás através da Ucrânia, a quem acusa de fechar os seus gasodutos.

A proposta do envio de monitores para verificarem o fluxo de gás na Rússia e na Ucrânia foi bem recebida por Moscovo. Os observadores estarão prontos em dois dias.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)