Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Papa celebra primeira Missa com novos cardeais (COM VÍDEO)

Na primeira Missa que celebrou com os 22 novos cardeais, esta manhã na Basílica de S. Pedro, Bento XVI pediu a estes purpurados, incluindo o português D. Manuel Monteiro de Castro, que saibam criar “a comunhão entre as múltiplas diferenças” e testemunhem o “amor de Cristo”.
19 de Fevereiro de 2012 às 15:50
D. Manuel Monteiro de Castro é um dos 22 novos cardeais
D. Manuel Monteiro de Castro é um dos 22 novos cardeais FOTO: Claudio Peri / EPA

"O facto de presidir na fé está inseparavelmente ligado à presidência no amor. Uma fé sem amor deixaria de ser uma fé cristã autêntica", disse o Papa na homilia da Missa que encerrou o quarto consistório do seu pontificado.

O departamento litúrgico optou por antecipar a celebração da festa da Cadeira de São Pedro (celebrada desde o século IV a 22 de fevereiro mas que este ano coincide com a 4ª feira de cinzas), que significa a unidade da Igreja, fundada sobre a figura do Papa.

Esta foi a quarta vez que Bento XVI convocou um Consistório (o último tinha sido em Novembro de 2010), com o qual perfaz um total de 84 cardeais criados (63 com direito a voto, ou seja, mais de metade dos 125 eleitores).

Entre os 22 novos cardeais estão 16 europeus, incluindo sete italianos; dez dos novos cardeais ocupam cargos na Cúria Romana.

O cardeal Monteiro de Castro, de 73 anos, está no Vaticano desde Julho de 2009, quando assumiu o cargo de secretário da Congregação para os Bispos, antes de ter sido eleito, em Janeiro, para liderar a Penitenciaria Apostólica, um dos três tribunais da Cúria Romana.

Amanhã, segunda-feira, no Vaticano, o Papa vai proferir um discurso aos novos cardeais, acompanhados pelos seus familiares, incluindo um grupo de portugueses.

Papa Bento XVI Manuel Monteiro de Castro
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)