Papa condena crimes da máfia

Francisco disse que não se pode ser católico e mafioso.
Por Francisco J. Gonçalves|16.09.18
  • partilhe
  • 1
  • +
O Papa Francisco condenou este sábado a máfia e instou os mafiosos a arrependerem-se e a mudarem de vida. "Não se pode crer em Deus e ser mafioso", afirmou o Sumo Pontífice, em Palermo, capital siciliana e coração da máfia: "Quem é mafioso não vive como cristão porque blasfema contra a vida em nome de Deus."

A visita de Francisco assinala os 25 anos da morte do padre Giuseppe ‘Pino’ Puglisi, assassinado pela máfia em 15 de setembro de 1993, meses depois de o Papa João Paulo II visitar a Sicília e fazer uma condenação veemente do crime organizado.

Puglisi tornou-se o primeiro padre mártir por ter morrido às mãos da máfia siciliana. Francisco beatificou Puglisi, em 2013, em reconhecimento do seu sacrifício e da sua obra. O padre criou uma instituição para apoar aos meninos abandonados do bairro de Brancaccio, a fim de evitar que caíssem nas mãos da máfia.


pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!