Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Papa diz que Mundo vive “ditadura do relativismo”

O papa Bento XVI considera que o mundo actual está a viver uma “espécie de ditadura do relativismo que mortifica a razão, uma vez que chega a afirmar que o ser humano não pode conhecer, com segurança, o que há para além do campo científico”.
5 de Agosto de 2009 às 12:23
Papa Bento XVI
Papa Bento XVI FOTO: d.r.

Perante várias centenas de fiéis na residência dos papas, em Castel Gandolfo, Bento XVI alegou que o racionalismo, corrente filosófica central no pensamento liberal,  foi inadequado, uma vez que não teve em conta os limites humanos e pretendeu elevar apenas a razão para medir todas as coisas, “transformando-a numa deusa”.

Esta foi a primeira audiência pública que o papa celebrou após os dias de férias passados em Les Combes e em Valle de Aosta, e foi dedicada a São João Maria Baptista Vianney, conhecido como Santo Cura de Ars, por ocasião do 150º aniversário do seu nascimento.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)