Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Papa Francisco: "Pedofilia deve causar vergonha"

Papa Francisco lamenta os escândalos na Igreja e fala de "derrota dos sacerdotes"
17 de Janeiro de 2014 às 14:45
Monsenhor Silvano Tomás (à esq),  embaixador da Santa Sé na ONU, respondeu a várias questões
Monsenhor Silvano Tomás (à esq), embaixador da Santa Sé na ONU, respondeu a várias questões FOTO: Fabrice Coffrini/AFP

No dia em que uma delegação do Vaticano respondeu publicamente, pela primeira vez, a questões sobre abusos sexuais de sacerdotes, o papa Francisco sublinhou que a Igreja "deve ter vergonha" dos repetidos escândalos envolvendo elementos do clero.

"Tantos que nem quero referir, mas que todos conhecemos. Escândalos que alguns pagaram caro. E está bem. Deve ser, assim, a vergonha da Igreja", afirmou Francisco, falando de "derrota dos sacerdotes".

Em Genebra, o Comité das Nações Unidas para os Direitos da Criança questionou o monsenhor Silvano Tomasi, embaixador do Vaticano, sobre o alegado encobrimento de casos de padres pedófilos. "Não é política do Vaticano encorajar encobrimentos", respondeu Tomasi, frisando que a Igreja deu passos para combater os abusos de menores, ao assinar a Convenção dos Direitos da Criança, em 1990, e ao divulgar linhas de orientação sobre o tema, em 2011.

A resposta não satisfez peritos do comité nem representantes de vítimas. "O que desejamos é ver o Vaticano punir os bispos que ocultaram crimes sexuais e fornecer à polícia todas as informações", afirmou Barbara Blaine, presidente de uma associação de vítimas dos EUA.

Pedófilia papa francisco
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)