Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Paquistão: Morre filho de negociador do cessar-fogo

O filho mais velho do líder religioso que negociou o acordo de cessar-fogo entre o Governo paquistanês e os rebeldes talibãs no vale de Swat foi morto na barragem de bombardeamentos aéreos do exército.
7 de Maio de 2009 às 11:48

Kifayatullah, de 50 anos, morreu esta quinta-feira, quando o exército paquistanês bombardeou a casa em que se abrigava, perto da vila de Lal Qila, no distrito de Lower Dir.

 

A operação militar montada pelo governo para impedir a expansão dos talibãs para os distritos vizinhos de Swat, nomeadamente o distrito de Lower Dir assim como o de Buner, já decorre há uma semana e meia e as populações locais têm fugido em grande número da zona de combate.

 

O acordo de cessar-fogo foi ferozmente criticado no Ocidente, particularmente em Washington, com Hillary Clinton, secretária de Estado norte-americana, a declarar que o Governo paquistanês tinha “abdicado” perante os terroristas. Dois dias após as críticas, Islamabad pôs no terreno uma operação para expulsar os talibãs não apenas das zonas que rodeiam Swat, como também de toda a região do vale.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)