Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Paquistão proíbe Tinder e mais quatro aplicações de encontros por conteúdo imoral

"O conteúdo destas aplicações é contra a lei", disse o porta-voz da Autoridade de Telecomunicações do Paquistão.
Lusa 2 de Setembro de 2020 às 09:30
Tinder
Tinder FOTO: Getty Images
A Autoridade de Telecomunicações do Paquistão proibiu cinco aplicações de encontros através da Internet, incluindo o Tinder e o Grindr, justificando a interdição com o seu conteúdo "imoral e indecente".

"O conteúdo destas aplicações é contra a lei", disse hoje o porta-voz da Autoridade de Telecomunicações do Paquistão (PTA, na sigla original), Khurram Mehran, à agência de notícias espanhola Efe.

Em comunicado divulgado no final de terça-feira, aquele organismo afirmou que as aplicações Tinder, Grindr, Tagged, Skout e SayHi têm "efeitos negativos, devido ao seu conteúdo imoral e indecente", violando as leis do país conservador.

Paquistão Internet Tinder Grindr Khurram Mehran lei
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)