Parlamento chinês acaba com o limite de mandatos presidenciais de Xi Jinping

A emenda constitucional foi aprovada com dois votos contra e três abstenções num total de quase três mil delegados.
11.03.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O parlamento da China aprovou, este domingo, uma emenda constitucional que acaba com os limites dos mandatos presidenciais, decisão que vai permitir ao chefe de estado, Xi Jinping, permanecer no cargo indefinidamente.

Segundo a Reuters, a medida foi aprovada com dois votos contra e três abstenções num total de quase três mil delegados.

A proposta foi apresentada no mês passado pelo Partido Comunista da China, de que Xi Jinping é secretário-geral, e já se sabia que não ia enfrentar oposição no parlamento, uma vez que os membros são escolhidos pela sua lealdade ao partido.

Esta medida aumenta ainda mais o peso histórico do actual presidente. Em Outubro de 2017, o congresso do PCC decidiu que o pensamento político do presidente seria incluído na Constituição, consagrando assim os "Pensamentos de Xi Jinping" – um feito só ao alcance de Mao Tse Tung. 

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!