Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Parlamento cipriota adia votação do resgate

A sessão de emergência do Parlamento do Chipre para debater e aprovar o polémico resgate europeu de dez mil milhões de euros foi adiada para segunda-feira.
17 de Março de 2013 às 12:38

O debate e uma comunicação ao país do presidente cipriota Nicos Anastasiades estavam marcados para hoje, domingo (dia 17) e podem ter sido adiados a fim de dar tempo à negociação de um acordo entre governo e oposição. O presidente terá também mais tempo para preparar uma resposta convincente à revolta causada por uma medida polémica incluída no pacote de ajuda externa que ameaça as poupanças dos cidadãos.

De facto, o Eurogrupo exigiu ao governo cipriota a imposição de uma taxa extraordinária de até 10% a todas as contas bancárias do país, o que significa que os cidadãos pagam diretamente uma boa fatia do prejuízo dos bancos.

Esta medida nunca antes foi imposta em resgates europeus e está a causar polémica até mesmo no Parlamento Europeu, pois representa uma violação das leis de proteção dos depósitos.  

Resgate Eurogrupo Chipre
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)