Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Parlamento francês autoriza reforma laboral de Macron

Senado foi a segunda das duas câmaras do parlamento a dar luz verde ao projeto de lei que permite ao Presidente levar a cabo a polémica reforma sem necessidade de mais debate.
Lusa 2 de Agosto de 2017 às 22:22
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron
O parlamento francês deu esta quarta-feira autorização definitiva para que o Presidente, Emmanuel Macron, possa aprovar por decreto a reforma laboral, um projeto muito criticado pela oposição de esquerda.

O Senado foi a segunda das duas câmaras do parlamento a dar luz verde ao projeto de lei que permite ao Presidente levar a cabo a polémica reforma sem necessidade de mais debate, cumprindo assim uma das suas promessas eleitorais.

O voto dos senadores franceses, com 225 a favor e 109 contra, ocorreu um dia depois do dos deputados, dando por concluído o debate parlamentar.

O Governo francês apresentará em finais deste mês o seu projeto definitivo de revisão da lei laboral aos patrões e aos sindicatos, que terão posteriormente de o assinar.

Entre os pontos mais controversos que o executivo quer ver aplicados estão a negociação ao nível das empresas para criar condições laborais e a redução das indemnizações por despedimento.
Presidente Senado Emmanuel Macron Governo política partidos e movimentos economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)