Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Parteiro francês condenado a 12 anos de prisão por violação de pacientes

Lionel Charvin, "não hesitou em aproveitar-se de mulheres vulneráveis, grávidas ou a atravessar o 'baby blues'", denunciou o procurador do caso.
Lusa 27 de Fevereiro de 2021 às 07:40
Tribunal
Tribunal
Um parteiro foi condenado na sexta-feira a 12 anos de prisão pelo tribunal criminal da região de Hérault, no sul de França, por 11 violações de pacientes.

O procurador-geral tinha pedido 20 anos de prisão, a pena máxima para estes crimes.

O acusado, Lionel Charvin, "não hesitou em aproveitar-se de mulheres vulneráveis, grávidas ou a atravessar o 'baby blues'", denunciou o procurador Albert Cantinol, ao exigir a pena máxima para este crime de 20 anos de cadeia.

Hérault crime lei e justiça
Ver comentários