Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

PARTO INÉDITO APÓS TRANSPLANTE DE OVÁRIOS

Uma mulher belga, Ouarda Touirate, de 32 anos, que recebeu um transplante de tecidos congelados dos seus ovários, deu à luz um bebé na passada quinta-feira. Foi a primeira vez que uma equipa de cientistas conseguiu restabelecer com êxito a fertilidade de uma mulher após um implante do género.
24 de Setembro de 2004 às 12:20
Ouarda Touirate tinha 25 anos quando lhe foi diagnosticado um linfoma nos ovários. Antes de se submeter à necessária quimioterapia e radioterapia, os médicos decidiram congelar alguns tecidos do seu órgão reprodutivo a 196 graus centígrados negativos. O tumor desapareceu após seis anos de tratamento e a equipa belga de ginecologistas das Clínicas Universitárias de Saint-luc, liderada pelo professor Jacques Donnez, procedeu com sucesso ao implante do fragmento congelado.
Quatro meses depois do implante, a paciente conseguiu restabelecer a fertilidade e engravidar naturalmente. Tamara foi, assim, a primeira bebé a nascer viva e saudável, com um peso de 3.72 quilogramas, após tal operação. Para os pais tratou-se de um verdadeiro milagre.
O resultados desta experiência de sucesso constituem um novo alento para todas as mulheres cuja fertilidade possa ser colocada em risco por problemas cancerígenos. O estudo encontra-se relatado na revista médica britânica "The Lancet" e é o culminar de mais de dez anos de pesquisa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)