Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Pede divórcio a professora que o violou

Docente abusou de marido quando ele tinha apenas 12 anos.
31 de Maio de 2017 às 19:46
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau com as filhas
Vili Fualaau em 2006
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Mary Kay Letourneau e Vili Fualaau
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau com as filhas
Vili Fualaau em 2006
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Mary Kay Letourneau e Vili Fualaau
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau com as filhas
Vili Fualaau em 2006
Vili Fualaau e Mary Kay Letourneau
Mary Kay Letourneau e Vili Fualaau

Vili Fualaau, o norte-americano que se casou com a professora que o violou quando tinha 12 anos, pediu o divórcio.

Vili, que atualmente tem 33 anos, e Mary Kay Letourneau, de 55, casaram-se em 2005, quando a docente saiu da prisão, em Seattle, nos EUA, após ter sido condenada por ter abusado de Vili quando este ainda era menor.

Quando o caso foi tornado público, em 1997, Mary, na altura com 34 anos, já estava grávida do aluno. Foi condenada a sete anos de prisão e, em 1998, saiu em liberdade condicional.

Contudo, nesse mesmo ano, foi apanhada com Vili no carro. Como qualquer contacto entre os dois estava proibido, Mary foi novamente presa e teve o segundo filho do aluno.

Quando a relação entre os dois começou, Mary era casada e mãe de quatro crianças. O caso teve destaque não apenas nos EUA como por todo o mundo e até inspirou livros e o filme: The Mary Kay Letorneau Story, do realizador Lloyd Kramer.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)