Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Pedófilo que simulou a morte para fugir a julgamento apanhado a tomar pequeno-almoço em supermercado

Paul Bairstow deixou várias cartas de suicídio escritas à mão.
Correio da Manhã 2 de Setembro de 2020 às 15:53
Pedófilo que simulou a morte para fugir a julgamento apanhado a tomar pequeno-almoço
Pedófilo que simulou a morte para fugir a julgamento apanhado a tomar pequeno-almoço FOTO: Direitos Reservados
Um abusador de crianças no Reino Unido que tinha simulado o seu suicídio para escapar ao julgamento foi apanhado a tomar o pequeno-almoço num supermercado Tesco.

No dia do julgamento, Paul Bairstow deixou várias cartas de suicídio escritas à mão. As cartas foram enviadas a várias pessoas, inclusive os seus advogados.

Depois de uma operação de larga escala ter sido realizada pelas autoridades, o homem foi apanhado num supermercado a tomar o pequeno almoço.




Paul Bairstow, de 56 anos, foi detido há cerca de três semanas e mantido em custódia enquanto aguardava julgamento por abuso sexual de uma menina de sete anos.

O homem foi agora condenado a seis anos de prisão pelo juiz que o considerou um 'cobarde'.
Reino Unido Paul Bairstow crime lei e justiça crime julgamentos pedófilo abusador
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)