Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Pelo menos 297 mortos nas manifestações do Egipto

Pelo menos 297 pessoas foram mortas durante os violentos protestos que tiveram início a 25 de Janeiro no Egipto, indicou esta terça-feira a organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch.
8 de Fevereiro de 2011 às 16:59
Autoridades egípcias não deram qualquer balanço das vítimas e anunciaram apenas onze mortos durante os confrontos
Autoridades egípcias não deram qualquer balanço das vítimas e anunciaram apenas onze mortos durante os confrontos FOTO: EPA

A organização não governamental indicou que pôde confirmar que 232 pessoas morreram no Cairo, 52 em Alexandria e 13 em Suez, explicou a investigadora Heba Morayef no 'site' da Human Rights Watch.  

A grande maioria das mortes ocorreu a 28 e 29 de Janeiro e as vítimas foram atingidas por balas verdadeiras durante confrontos entre manifestantes e polícia, acrescentou.  

"Uma parte significativa [das mortes] foi resultado de balas de borracha e de bombas lacrimogéneas atiradas de perto para a multidão", precisou. 

A polícia desapareceu depois das ruas, sendo substituída pelo exército e por comités populares de auto-defesa.  

Segundo a organização, os hospitais receberam instruções para minimizarem o número de mortos.  

"O número real de mortos será provavelmente mais elevado que os 297 porque a contagem se baseia nos principais hospitais das três cidades. Incluímos apenas o número de mortos que pudemos confirmar", acrescentou.  

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Navi Pillay, apontou no passado dia 1 de Fevereiro o número de 300 mortos registados no Egipto desde o início do movimento de contestação, mas indicou que se trava de "informações não confirmadas".  

As autoridades egípcias não deram qualquer balanço das vítimas e anunciaram apenas onze mortos durante os confrontos entre partidários do regime e manifestantes anti-Mubarak a 2 e 3 de Fevereiro.  

egipto mortos confrontos cairo violência mubarak
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)