Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Pelo menos 42 pessoas morrem após ataque aéreo israelita em Gaza

Vários edifícios foram distruídos, naquele que foi o ataque mais mortífero do recente conflito entre israelitas e palestinianos.  
Correio da Manhã 17 de Maio de 2021 às 09:17
Bombardeamentos de sábado foram os mais sangrentos desde o início da ofensiva de Israel na Faixa de Gaza
Bombardeamentos de sábado foram os mais sangrentos desde o início da ofensiva de Israel na Faixa de Gaza FOTO: Haitham Imad / EPA
O Israel voltou a atacar a Palestina, este domingo à noite, e 42 pessoas (incluindo dez crianças) morreram na sequência dos bombardeamentos no interior e nos arredores da Cidade de Gaza.

Vários edifícios foram distruídos, naquele que foi o ataque mais mortífero do recente conflito entre israelitas e palestinianos.  

"Estamos a reunir esforços para restaurar a calma e o silêncio, cidadãos de Israel. Vai levar tempo", disse o primeiro-ministro de Israel, Netanyahu, depois de reunir com o gabinete de segurança.

O Ministério da Saúde de Gaza revelou que 197 pessoas morreram desde o início dos confrontos, incluindo 58 crianças e 34 mulheres. O conflito dura há duas semanas.

Em atualização
Palestina Israel Cidade de Gaza Cidade de Gaza distúrbios guerras e conflitos política conflitos (geral)
Ver comentários