Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Homem abre fogo em hospital e faz seis mortos. Suspeito suicidou-se quando foi localizado

Ataque que aconteceu na República Checa fez ainda dois feridos graves.
Correio da Manhã 10 de Dezembro de 2019 às 08:02
Autoridades revelaram fotografia do suspeito
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Autoridades revelaram fotografia de uma testemunha do tiroteio
Autoridades revelaram fotografia do suspeito
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Autoridades revelaram fotografia de uma testemunha do tiroteio
Autoridades revelaram fotografia do suspeito
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Tiroteio em hospital na República Checa
Autoridades revelaram fotografia de uma testemunha do tiroteio
Seis pessoas morreram e duas ficaram gravemente feridas esta terça-feira num tiroteio no hospital universitário de Ostrava, na República Checa. 

As vítimas mortais são quatro homens e duas mulheres.

De acordo com a agência Reuters, a informação foi confirmada pelo Ministro do Interior, Jan Hamácek.

O primeiro balanço era de que o ataque tinha feito quatro mortos, no entanto o ministro da Saúde, Adam Vojtech, já revelou que o número aumentou para seis.



Nas redes sociais, a polícia local comunicou que o atirador estava a ser procurado pelas autoridades. Através de uma publicação no Twitter, a polícia pediu ajuda às pessoas a fim de se conseguir identificar o suspeito. Inicialmente foi divulgada uma fotografia que poderia ser do suspeito deste ataque, no entanto a mesma trata-se de uma testemunha.





Cerca das 08h00 (09h00 em Portugal Continenal), a polícia revelou que o suspeito, um homem de 42 anos, se colocou em fuga num carro cinzento da marca Renault. As autoridades avançavam ainda que o homem podia ser perigodo e que estaria armado.

O homem acabou por ser localizado cerca de 30 minutos depois. As autoridades identificaram o atirador, que se suicidou com um tiro na cabeça.



O hospital foi evacuado e as unidades especiais de segurança foram chamadas ao local.

O tiroteio ocorreu numa sala de espera do hospital às 07h19 locais (06h19 em Portugal Continental).

Todos os acessos ao hospital situado no campus da Universidade de Ostrava encontram-se encerrados.

Em atualização

Ostrava República Checa distúrbios guerras e conflitos tiroteio mortes autoridades
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)