Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Pelo menos um morto no Egito em protestos da ‘Aliança anti-golpe’

Apoiantes islamitas responderam ao apelo da Aliança Anti-golpe e desfilaram em diversas cidades do Egito.
17 de Janeiro de 2014 às 15:53
Confrontos entre polícias e manifestantes no Egipto
Confrontos entre polícias e manifestantes no Egipto FOTO: REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

Confrontos entre polícias e manifestantes provocaram, esta sexta-feira, pelo menos um morto no Egito, na véspera do anúncio dos resultados de um referendo constitucional considerado pelas novas autoridades como a legitimação da deposição em julho do Presidente islamita Mohamed Morsi.

Um homem de 23 anos foi morto durante confrontos com a polícia em Fayyum, sul do Cairo, segundo fontes médicas citadas pela agência noticiosa AFP. 

Apoiantes islamitas responderam ao apelo da ‘Aliança Anti-golpe de Estado’, a coligação pró-Morsi impulsionada pela Irmandade Muçulmana, desfilaram em diversas cidades do Egito e voltaram a denunciar o ‘golpe de Estado’ liderado pelos militares que demitiu e deteve Morsi. 

As forças da ordem dispararam granadas de gás lacrimogéneo em Alexandria (norte), Ismailiya e em Suez, uma cidade situada perto do canal.

No Cairo também foram registados incidentes junto à universidade islâmica de Al-Azhar e em diversos bairros da grande metrópole.

Os confrontos ocorreram na sequência do referendo constitucional, que decorreu terça e quarta-feira, a primeira etapa da transição prometida pelos militares, e que deve prosseguir com eleições legislativas e presidenciais.

confrontos morto Egito protestos Aliança anti-golpe de Estado apoiantes islamitas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)