Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

PENA REDUZIDA PARA ATACANTE DO PAPA

Um tribunal turco decidiu reduzir o tempo de prisão que foi condenado o homem que baleou o Papa João Paulo II em 1981, permitindo que a sua libertação possa ocorrer em Dezembro do próximo ano.
9 de Novembro de 2004 às 15:05
O cidadão turco Mehmet Ali Agca, 46 anos de idade, foi extraditado para a Turquia em 2000 depois de cumprir quase 20 anos de prisão em Itália por ter ferido a tiro o Papa na Praça de São Pedro, em Roma. Os motivos para esta tentativa de assassinato nunca foram conhecidos.
Ao regressar à Turquia, Agca foi imediatamente condenado a cuumprir 10 anos de prisão pelo assassinato do jornalista turco Abdi Ipekci, em 1979, mais 7 anos e 4 meses por dois assaltos no mesmo ano.
Ontem, um tribunal turco deliberou que Agca só deve cumprir a maior das duas sentenças. Devido a duas mudanças na moldura penal turca, entretanto ocorridas, essa sentença está agora reduzida a 6 anos e 2 dias de prisão. Uma vez que já tinha cumprido 6 meses de prisão pelo assassinato de Ipekci em 1979, antes de fugir, Agca poderá ser agora libertado em Dezembro de 2005.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)