Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Pequim contra medalha atribuída a Dalai Lama

O governo chinês manifestou esta quinta-feira “total e resoluta oposição” à atribuição ao Dalai Lama da medalha de ouro do Congresso dos Estados Unidos da América.
11 de Outubro de 2007 às 11:09
Liu Jianchao, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China, revelou que o seu governo já apresentou um protesto formal junto de Washington sobre a distinção ao líder espiritual do Tibete.
“A China opõe-se de forma resoluta à atribuição por parte do Congresso norte-americano da medalha de ouro e opõe-se totalmente à utilização da questão do Dalai Lama para interferir nos assuntos internos da China”, afirmou Liu Jianchao.
George W. Bush já confirmou a sua presença na cerimónia de entrega da medalha. O órgão legislativo dos EUA já distinguiu no passado pesornalidades como Winston Churchill, o Papa João Paulo II, a Madre Teresa de Calcutá ou Nelson Mandela.
O Dalai Lama encontra-se exilado na Índia desde que a China anexou militarmente o Tibete em 1959. Desde 1993, que o líder espiritual não tem contactos directos com Pequim, que o considera como um separatista, devido à sua posição sobre o estatuto daquele território.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)