Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Piada trama líder político

Um líder político australiano apresentou a sua demissão, esta segunda-feira, devido ao escândalo público gerado por comentários de cariz racista que terá tecido sobre a esposa do seu opositor político, à qual chamou de “noiva por correspondência”.
29 de Agosto de 2005 às 14:06
John Brogden abandonou a liderança do partido Liberal da oposição, no estado de New South Wales (NSW), depois de os seus comentários terem vindo a público e terem sido fortemente condenados no seio político. O primeiro-ministro australiano, John Howard, solicitou àquele responsável político um pedido de desculpas públicas pelo sucedido.
Brogden admitiu ter feito os comentários de que é acusado, depois de ter bebido umas cervejas, num encontro em Sydney, em Julho último, onde também apalpou uma jornalista e tentou meter-se com outra.
“Eu agi de forma desonrada e agora é altura de agir de forma honrada”, disse Brogden, que abandona a liderança do partido mas não vai deixar a vida política.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)