Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Piloto de caça brasileiro morre após ejectar-se

Um oficial da marinha de guerra brasileira morreu neste sábado na sequência da queda do caça que tripulava, um Super Tucano modelo A-29, fabricado pela companhia brasileira Embraer.
7 de Julho de 2012 às 21:42
Piloto da Marinha estava a fazer um curso na Força Aérea Brasileira
Piloto da Marinha estava a fazer um curso na Força Aérea Brasileira FOTO: Ueslei Marcelino/Reuters

O acidente ocorreu a menos de dez quilómetros do aeroporto da cidade de Campo Grande, capital do estado de Mato Grosso do Sul, logo após o avião militar ter descolado.

O capitão-tenente Bruno de Oliveira Rodrigues, de 32 anos, conseguiu ejectar-se do aparelho, mas morreu ao atingir o solo.

As causas do acidente com o Super Tucano logo após levantar voo ainda não foram esclarecidas e vão ser apuradas pela Força Aérea e pela polícia.

O oficial da Marinha era um piloto experiente e há um ano e meio estava a fazer curso na Força Aérea para líder de esquadrilha. Ia voar até ao estado do Pará, na Amazónia, para participar num treino militar.

Avião Ejectar-se Super Tucano Brasil Amazónia Marinha Força Aérea
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)