Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Piratas somalis reivindicam captura de dois navios

Os piratas somalis reivindicaram este sábado a captura de duas embarcações. A NATO confirmou o sequestro de um navio de transporte de veículos, precisando tratar-se do ARIANA, com pavilhão de Malta e tripulantes ucranianos.
2 de Maio de 2009 às 12:59

De acordo com o porta-voz da NATO,  o comandante português Alexandre Santos Fernandes, a embarcação, pertencente à companhia britânica Seven Seas Maritime Ltd., foi capturada durante uma rara operação nocturna realizada a noroeste das ilhas Seychelles, a cerca de 1600 quilómetros da área de intervenção da Aliança Atlântica.

O número de tripulantes a bordo não é ainda conhecido, sabendo-se apenas que são todos de nacionalidade ucraniana.

Os piratas somalis reivindicaram ainda o sequestro de uma segunda embarcação que circulava ao largo da Somália.

Segundo um pirata que se identificou como Hassan, em declarações à agência noticiosa AFP, “os nossos homens capturaram dois navios”. Um transportava bens destinados aos comerciantes somalis e o outro veículos, precisou.

Também em declarações à AFP, um chefe do grupo de piratas, que recusou identificar-se, indicou que o primeiro barco “pertence a um ucraniano, provém do Brasil e dirigia-se para o Irão”.

Este caso não foi ainda confirmado pela NATO.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)