Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Catalunha: plano soberanista assusta empresas

Mais de 600 empresas abandonaram a região catalã este ano.
Ricardo Ramos 23 de Novembro de 2015 às 13:27
Muitas empresas ameaçam deixar a Catalunha se o projeto separatista de Artur Mas seguir avante
Muitas empresas ameaçam deixar a Catalunha se o projeto separatista de Artur Mas seguir avante FOTO: EPA
Mais de 600 empresas abandonaram a Catalunha desde o início do ano com receio da deriva independentista liderada por Artur Mas, avançou este domingo o diário espanhol El País.

Fontes do Círculo de Economia, associação que reúne as principais empresas catalãs, adiantaram ao jornal que a ‘sangria’ já vem desde 2012, mas agravou-se este ano com a subida de tom da retórica independentista, que culminou, no mês passado, com a aprovação no Parlamento Regional da declaração que abre caminho ao processo de "desconexão democrática" de Espanha. Desde o início de 2015, foram 683 as empresas que decidiram deixar a Catalunha, o que resultou numa perda de 1,5 mil milhões para a economia regional.

Entre as empresas que abandonaram a Catalunha estão a cadeia Derby Hotels, a multinacional Suez ou o gigante agroalimentar Valls Companys. Cerca de metade (306) escolheram Madrid como nova sede.

Empresários contactados pelo ‘El País’ apontam o clima de "insegurança jurídica" como um dos principais fatores que levam à saída de empresas da região.

O governo da Catalunha desdramatiza e lembra que todos os anos entre 700 e 1000 empresas deixam a região, as quais não representam mais de 0,3% da economia local, e acusa Madrid de usar os dados para "atacar a economia catalã".

Catalunha plano soberanista empresas Artur Mas