Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Polícia brasileira procura terceiro jovem suspeito de planear massacre em escola no Brasil

Menor de 17 anos terá arquitetado o ataque em escola com Guilherme Taucci Monteiro e Luiz Henrique.
15 de Março de 2019 às 01:40
Alunos na escola de São Paulo momentos antes do massacre
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos atiradores que abriu fogo na escola de São Paulo, Luiz Henrique de Castro
Alunos na escola de São Paulo momentos antes do massacre
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos atiradores que abriu fogo na escola de São Paulo, Luiz Henrique de Castro
Alunos na escola de São Paulo momentos antes do massacre
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Guilherme, um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos autores de massacre em escola brasileira publicou fotos armado antes do crime
Um dos atiradores que abriu fogo na escola de São Paulo, Luiz Henrique de Castro
A polícia brasileira pediu, esta quinta-feira, a detenção imediata de um adolescente de 17 anos, suspeito de também ter participado no planemento do massacre que matou oito pessoas na escola Raul Brasil em Suzano, São Paulo.

As autoridades acreditam que este possa ser o terceiro cúmplice do ataque, e que apesar de não ter levado a cabo o massacre, o ajudou a arquitetar, juntamente com os dois assassinos, Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique, de 25, que se suicidaram de seguida.

O menor também é um ex-aluno do estabelecimento de ensino e tinha sido colega de Guilherme. Ao que tudo indica, este ataque já estaria a ser planeado há um ano.

O Eldorado Expresso avança que a polícia também investiga a possibilidade de a dupla ter frequentado um fórum intitulado Dogolachan na Deep Web, uma internet considerada obscura onde pessoas anónimas incitam a crimes de ódio e intolerância.

As motivação que levaram estes dois jovens a planear este ataque são ainda desconhecidas.  
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)