Autoridades espanholas desmantelam maior laboratório de substâncias dopantes da Europa

Guardia Civil deteve 14 pessoas por elaboração e distribuição de medicamentos a culturistas de vários países europeus.
Por Pedro Zagacho Gonçalves|29.05.17

Catorze detidos, estre eles um médico e um conhecido culturista espanhol, mais de três milhões de doses de esteroides, hormonas e potenciadores sexuais apreendidos, assim como mais de dois milhões de euros em dinheiro. É este o resultado da operação da Guardia Civil Espanhola, que anunciou esta segunda-feira o desmantelamento do maior laboratório e ‘supermercado’ de supstâncias dopantes.

A rede, que funcionava em Benalmádena, em Málaga, traficava várias substâncias em Espanha, França, Alemanha e Bélgica e já tinha remetido mais de 3 mil encomendas por toda a Europa.

A organização criminosa falsificava medicamentos de marcas comerciais muito procuradas e vendia-os a metade do preço, comercializando ainda produtos vendidos como sendo de marca branca. As matérias-primas para o fabrico das drogas provinham da China e Índia.

A chamada Operação Dianu decorria já desde 2016, quando uma encomenda do grupo foi intercetada no aeroporto francês Charles de Gaulle.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!