Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Polícia detém novo suspeito

As forças de segurança egípcias detiveram no norte do Sinai um homem suspeito de estar ligado ao atentado de 23 de Julho em Sharm el-Sheik.
19 de Agosto de 2005 às 17:18
Segundo uma fonte da polícia o suspeito Hassan al-Araichi, de 25 anos foi detido na quinta-feira, na região montanhosa próxima de El-Arish, a norte da península do Sinai, local onde foram anteriormente detidos três outros suspeitos com ligações aos presumíveis autores do atentado.
O ministro do Interior egípcio, Habib al-Adli, confirmou as detenções, contudo escusou-se a fornecer pormenores sobre as acusações. A mesma fonte referiu também que as autoridades policiais conseguiram identificar um dos principais suspeitos do atentado, um beduíno chamado Mohammed Ahmed Saleh Falifel. Este homem que era acusado de estar implicado no atentado de Taba em Outubro de 2004, no Egipto, terá sido morto numa troca de tiros com as forças de segurança, a 1 de Agosto.
As autoridades egípcias estão convencidas de que os ataques na estância balnear do Mar Vermelho foram cometidos por três bombistas suicidas.
Recorde-se que na altura do atentado a explosão de quatro carros armadilhados provocou pelo menos 88 mortos e e cerca de 200 feridos na estância balnear de Sharm el-Sheikh, no Egipto, uma das mais procuradas por turistas europeus no Mar Vermelho.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)