Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Polícia detém sete pessoas por posse de "granadas de fumo" em local da cimeira do G7

Reunião começa esta sexta-feira e irá durar até ao próximo domingo.
Lusa 11 de Junho de 2021 às 16:36
Polícia detém sete pessoas por posse de 'granadas de fumo' em local da cimeira do G7
Polícia detém sete pessoas por posse de 'granadas de fumo' em local da cimeira do G7 FOTO: Getty Images
Sete pessoas foram detidas pela posse de "granadas de fumo", tintas e megafones, sob suspeita de tentarem causar a desordem na região da Cornualha, onde se está a realizar a cimeira dos líderes do G7, comunicaram esta sexta-feira as autoridades.

As detenções ocorreram na quinta-feira, num controlo de segurança na cidade de Hayle, a cerca de seis quilómetros da baía de Carbys, onde os líderes dos países-membros do G7, grupo das nações mais industrializadas do mundo, estão hospedados.

As setes pessoas permanecem sob custódia da polícia de Devon e da Cornualha, sob suspeita de posse de "objetos destinados a causar danos" e de "conspiração para causar a desordem pública".

As autoridades britânicas criaram espaços nas cidades de Truro e Falmouth, onde serão permitidos protestos durante a cimeira, embora grupos como os ambientalistas da Rebelião da Extinção tenham avisado que tentarão aproximar as suas manifestações do hotel onde os líderes estão hospedados.

"Continuaremos a facilitar protestos legais e seguros, mas a atividade criminosa e a desordem pública não serão toleradas", advertiram as forças policiais.

As autoridades confirmaram que cerca de 40 grupos solicitaram oficialmente autorização para se manifestarem durante o evento internacional.

Mais de 5.000 agentes de várias regiões de Inglaterra foram destacados para a Cornualha, de forma a garantir a segurança da reunião do G7, que começa esta sexta-feira e irá durar até ao próximo domingo.

G7 política Cornualha crime lei e justiça distúrbios guerras e conflitos questões sociais polícia
Ver comentários