Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Polícia espanhola em alerta máximo

As forças de segurança espanholas estão em ‘alerta máximo’ face à hipótese “muito real” de ETA estar a tentar reconstruir os seus comandos para levar a cabo novos atentados terroristas, revelou ontem um alto responsável do governo autónomo basco.
30 de Março de 2007 às 00:00
A Guardia Civil deteve oito pessoas em Andoain, no País Basco, incluindo uma mulher
A Guardia Civil deteve oito pessoas em Andoain, no País Basco, incluindo uma mulher FOTO: Juan Herrero / Epa
Segundo Javier Balza, conselheiro basco do Interior, as autoridades estão a seguir com extrema atenção e preocupação os últimos desenvolvimentos relacionados com as actividades da ETA, particularmente depois de a polícia ter travado, na quarta-feira, uma aparente reorganização do ‘Comando Donosti’, uma das células mais sanguinárias da ETA. Na operação, que decorreu em Navarra (País Basco), foram detidas oito pessoas, incluindo o alegado líder do comando, José Sanchez, fugido desde 2005.
Sanchez foi detido quando entrava numa residência onde foi encontrada uma mala com clorato, enxofre, açúcar e nitrato de amoníaco, material normalmente usado no fabrico das bombas da ETA. Na posse do alegado líder do comando foi ainda encontrada uma pistola de calibre 45, que poderá ser uma das armas roubadas pela ETA em França, em Outubro de 2006.
Em declarações aos jornalistas, Javier Balza garantiu que as autoridades não têm indicação de qualquer atentado iminente, mas adiantou que a tentativa de reconstruir o ‘Comando Donosti’ mostra que a ETA “não está disposta a dar muitas oportunidades a um processo real de paz”.
Entretanto, outros dois alegados ‘etarras’ foram ontem detidos em França, depois de terem tentado fugir à polícia durante um controlo de estrada. Um dos detidos estava armado e ambos viajavam com documentos falsos.
DESENVOLVIMENTOS
MATERIAL
Na operação de quarta-feira contra o novo ‘Comando Donosti’ a polícia apreendeu diversas substâncias normalmente usadas pela ETA no fabrico de bombas, bem como temporizadores, cabos de detonação e vários detonadores.
SONDAGEM
O terrorismo continua a ser a principal preocupação dos espanhóis, embora tenha registado uma ligeira descida em relação a Janeiro, revela uma sondagem. Mesmo assim, 42,5% dos inquiridos consideram-no a principal ameaça.
BATASUNA
O Ministério Público espanhol tenciona apresentar já na próxima semana o pedido de ilegalização do partido Abertzale Sozialisten Batasuna, considerado o sucessor do ilegalizado Batasuna, cuja criação foi anunciada na semana passada.
Ver comentários