Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Polícia grega lança gás lacrimogéneo sobre migrantes que protestavam em Lesbos

Manifestações surgem na sequência do incêndio que deflagrou no Campo de Refugiados de Moria, o maior da Europa.
Correio da Manhã 12 de Setembro de 2020 às 18:02
Campo de refugiados de Moria, na Grécia
Campo de refugiados de Moria, na Grécia FOTO: Reuters
A polícia grega lançou este sábado gás lacrimogéneo contra um grupo de migrantes que participava num protesto contra um novo campo de refugiados que está a ser construído para substituir o de Moria, que ardeu esta semana. A informação está a ser divulgada pela imprensa local.

Os migrantes gritavam "Liberdade!" e envergavam cartazes que diziam "Sem tenda, sem Lesbos, sem Grécia", "Precisamos de paz e liberdade" e "Moria mata as vidas todas" na estrada principal que liga a cidade de Mitilene ao novo campo de refugiados. 

As autoridades gregas já vieram a público dizer que o incêndio no campo de refugiados de Moria terá sido causado deliberadamente, após a obrigação de cumprir quarentena ter sido imposta aos refugiados que testaram positivo à Covid-19.

O campo de refugiados de Moria é o maior da Europa, abrigando 13.000 pessoas, entre as quais milhares de crianças.
 
Lesbos Moria polícia Grécia refugiados manifestações incêndios
Ver comentários