Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Polícia impediu concurso de gays

A polícia de Pequim impediu ontem a realização daquele que seria o primeiro concurso de beleza de homossexuais na China. As autoridades policiais alegaram motivos administrativos para impedir o evento.
16 de Janeiro de 2010 às 00:30
Polícia impediu concurso de gays
Polícia impediu concurso de gays FOTO: Jupiter Images

De acordo com a polícia, a organização do concurso 'não respeitou os procedimentos' e, uma hora antes do início do espectáculo, agentes policiais alegaram que a organização não tinha autorização oficial e impediram a sua realização. No entanto, Wei Xiaogang, que tinha sido escolhido para membro do júri do concurso, declarou que as razões que estiveram na origem do cancelamento se prendem, na verdade, com 'a questão da homossexualidade', numa altura em que os gays chineses lutam por visibilidade.

Era a primeira vez que se realizaria o concurso, num país cujo governo receia qualquer iniciativa social minimamente reivindicativa. Oito homens deveriam ter concorrido para o título de ‘Mr. Gay’. O vencedor deveria representar o país asiático na competição mundial ‘Mr. Gay’, que se realiza no próximo mês na Noruega.

O anúncio do evento previsto tinha sido saudado por muitos como uma abertura do país, onde a homossexualidade continua a ser tabu . Aliás, foi mesmo ilegal até 1997 e até 2001 foi considerada uma doença psiquiátrica.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)