Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

POLÍCIA INDONÉSIA DETÉM CASAL SUSPEITO

A Polícia indonésia deteve um casal suspeito de estar vinculado com os militantes islâmicos responsáveis pelo atentado bombista perpetrado no passado dia 9 junto à embaixada da Austrália em Jacarta, que custou a vida a nove pessoas e deixou feridas outras 182, anunciaram as autoridades esta quinta-feira.
16 de Setembro de 2004 às 11:32
Atentado em Jacarta causou 9 mortos e 180 feridos
Atentado em Jacarta causou 9 mortos e 180 feridos FOTO: Reuters
Os dois suspeitos, um homem identificado com o nome Rahmatullah e a sua mulher, ambos de nacionalidade indonésia, foram detidos quarta-feira à noite numa casa nos arredores da cidade de Surabaya, capital da província de Java Oriental.
Segundo informou um porta-voz da Polícia, três outros homens suspeitos de estarem relacionados com a Jemaah Islamiah, um grupo militante ligado à organização terrorista Al-Qadea que reivindicou o atentado, conseguiram fugir antes da chegada das autoridades.
A rádio indonésia Shinta revelou que o casal foi surpreendido pela Polícia quando tentava desfazer-se de documentos escritos em árabe lançando-os para dentro de um poço. O casal é suspeito de colaborar com Azahari Husin, um perito em bombas malaio da Jemaah Islamiah, apontado como o principal suspeito do ataque contra a embaixada australiana.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)