Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

POLÍCIA TURCA PÕE FIM A SEQUESTRO

Uma unidade especial antidistúrbios da Polícia turca pôs fim a um assalto perpetrado, esta segunda-feira, por um grupo de cerca de duas dezenas de militantes curdos a um tribunal da cidade de Istambul.
18 de Novembro de 2003 às 10:35
Atacantes exigiam a libertação de Abdullah Ocalan
Atacantes exigiam a libertação de Abdullah Ocalan FOTO: d.r.
Segundo noticiou a estação de televisão NTV, os assaltantes, que exigiram a libertação do líder rebelde Abdullah Ocalan e desfraldaram várias bandeiras no terceiro andar do edifício do tribunal, haviam feito reféns vários juízes.
Ocalan, o líder carismático do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), foi detido pelas forças especiais turcas no Quénia, em Fevereiro de 1999, e condenado à morte nesse mesmo ano, por “traição e separatismo”
O PKK, movimento armado que luta pela independência curda na Turquia, pôs fim, no passado mês de Setembro, ao cessar-fogo unilateral declarado há quatro anos, acusando o governo turco de os obrigar a voltar à luta armada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)