Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Polícias palestinianos fecham escritórios da ANP

Dezenas de polícias palestinianos armados ocuparam os escritórios da Autoridade nacional Palestiniana (ANP), na cidade de rafah, na Faixa de Gaza, em protesto contra a falta de decisão para pôr fim ao caos que se vive na localidade e em todo o território palestiniano. Os agentes forçaram o encerramento dos escritórios.
2 de Janeiro de 2006 às 10:36
Segundo fontes de segurança palestiniana, o grupo de polícias são os mesmos que bloquearam o terminal de fronteira em Rafah, na sexta-feira passada, numa acção de protesto contra a morte de um companheiro provocada por civis armados.
Inicialmente, testemunhas palestinianas atribuíram a ocupação dos escritórios da ANP e das autoridades municipais a um grupo de milicianos das Brigadas al-Aqsa, que alegadamente os confundiram com os agentes palestinianos.
Os protestos armados de milícias converteram-se numa acção frequente no território de Gaza, controlado exclusivamente pela ANP desde a retirada de israel, em Setembro último.
Oficiais e agentes do serviço de segurança queixam-se do caos que domina a região e, em particular, a cidade de Gaza, afirmando que faltam medidas para restabelecer a ordem.
Ver comentários