Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Portugal apela às negociações na Faixa de Gaza

Portugal expressou, neste domingo, "profunda" preocupação com a escalada de violência em Gaza e no sul de Israel, condenando os ataques das duas partes e apelando ao retomar das negociações de paz.
18 de Novembro de 2012 às 19:13
Ministério liderado por Paulo Portas "realça uma vez mais" a urgência do regresso às negociações de paz entre Israel e a Palestina
Ministério liderado por Paulo Portas 'realça uma vez mais' a urgência do regresso às negociações de paz entre Israel e a Palestina FOTO: Miguel A. Lopes/Lusa

Através de um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o Governo português "condena o disparo indiscriminado de 'rockets' contra o território e a população israelitas" e "condena também com veemência as acções militares que atingem civis e crianças inocentes na Palestina".

A mesma nota refere que o Governo português volta a expressar profunda preocupação com a escalada da violência e sublinha a necessidade de as partes cumprirem as resoluções "relevantes" do Conselho de Segurança das Nações Unidas, bem como as "normas aplicáveis" do direito humanitário internacional. 

"O Governo Português, como outros parceiros internacionais, apela à contenção e a uma atitude responsável das partes para evitar uma deterioração da situação no terreno. Expressamos o nosso incentivo às iniciativas para reduzir a tensão, em particular a do Egipto", indica ainda o comunicado do ministério.

A tutela "realça uma vez mais" a urgência do regresso às negociações de paz entre Israel e a Palestina, de modo a tornar possível "uma solução de dois Estados vivendo lado a lado em paz e segurança".

Os confrontos começaram a 14 de Novembro, após o ataque da Força Aérea israelita que provocou a morte do líder do braço armado do Hamas, Ahmad Yabari, e que iniciou a operação ‘Pilar Defensivo’.

portugal negócios estrangeiros paulo portas governo gaza hamas médio oriente israel palestina
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)