Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Portugal assume comissão de sanções à Líbia

O embaixador português junto das Nações Unidas, José Moraes Cabral, assumirá a liderança da comissão de sanções à Líbia do Conselho de Segurança da organização na terça-feira, avançaram este domingo fontes diplomáticas citadas pela agência noticiosa AFP.
6 de Março de 2011 às 18:23
Atentados aos direitos humanos na Líbia levam a sanções internacionais
Atentados aos direitos humanos na Líbia levam a sanções internacionais FOTO: Goran Tomasevic/Reuters

O embaixador de Portugal na ONU, Moraes Cabral, encabeçará a comissão e iniciará imediatamente os contactos para a sua restante composição, precisaram as mesmas fontes. 

"Houve consenso sobre o seu nome", explicou um dos diplomatas próximos do processo, pedindo anonimato. 

A mesma fonte acrescentou que "é urgente agir em razão do que se está a passar [na Líbia]. A primeira reunião (da comissão) deverá ser organizada muito rapidamente, dentro dos próximos dias". 

Portugal aceitou na quinta-feira um convite para presidir ao comité de sanções para a Líbia no Conselho de Segurança (CS) da ONU, conforme noticiou em primeira mão a agência Lusa.  

O novo comité de sanções decorre da resolução que aplica sanções financeiras e sobre deslocações ao estrangeiro a membros do regime de Muammar Kadhafi, acusado de violações graves e sistemáticas dos direitos humanos, por ataques à população civil na sequência dos protestos das últimas semanas. 

A resolução aplicou ainda um embargo de armas e remeteu o caso para o Tribunal Penal Internacional.

Líbia Nações Unidas ONU Muammar Kadhafi
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)