Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Presas em terra de ninguém

Há quatro mulheres com documentos portugueses em campos na Síria. Outras sete foram casadas com jihadistas lusos. Juntas tomam conta de mais 20 crianças com direito à nacionalidade portuguesa.
4 de Novembro de 2019 às 19:00
FOTO: GettyImages
"Alhamdulillah, cheguei em segurança ao Shaam. Irmãs, não hesitem. Sinto-me tão bem em casa. In Shaa Allah, Alá irá reunir-nos a todos em breve." Estávamos em agosto de 2014. E foi com estas quatro simples frases que Ângela Barreto anunciou à família e aos amigos, através da sua página no Facebook, aquilo que, durante meses, tinha organizado em segredo. 

Conheça toda a história na Máxima
síria presas terra jihadistas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)