Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Presidente da câmara assassinado no Brasil

O presidente da câmara da cidade de Rio Branco do Sul, no estado do Paraná, sul do Brasil, foi assassinado com vários tiros à porta de casa na noite de segunda-feira. Adel Rutz, que tinha 36 anos e deixa dois filhos, ainda foi levado com vida ao hospital municipal, mas não resistiu aos ferimentos.
2 de Março de 2010 às 16:36
Presidente da câmara assassinado no Brasil
Presidente da câmara assassinado no Brasil FOTO: DR

O crime aconteceu por volta das 20h00, quando o político, voltando para casa, na Rua Domingos Farias, depois de mais um dia de trabalho, estacionou o seu carro junto à residência. Nesse momento, dois homens numa mota chegaram rapidamente e foram de encontro ao veículo do autarca.

Rutz ou reconheceu os homens como seus inimigos ou percebeu algo de errado, pois saiu do carro e começou a correr, mas foi perseguido e alvejado com cinco tiros. Os criminosos fugiram em alta velocidade, seguidos por um cúmplice, que num carro estacionado nas proximidades deu cobertura à execução mas não interveio directamente.

Um familiar do presidente de câmara, que estava na casa deste, ao ouvir os tiros e ver Rutz ensanguentado no chão, pediu ajuda para o autarca e depois iniciou perseguição aos criminosos, que foram em direcção à cidade vizinha, Cerro Azul. Conseguiu derrubar os assassinos da mota, mas estes ainda assim fugiram, internando-se na densa mata protegidos pela escuridão.

Para a polícia de Rio Branco do Sul, cidade com 30 mil habitantes que fica a 32 km da capital do Paraná, Curitiba, todas as hipóteses estão em aberto e vão ser investigadas. Mas, pelo menos numa primeira avaliação, as duas mais prováveis são crime passional, uma vez que Rutz se separara da mulher há apenas duas semanas de forma não amigável, ou atentado político.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)